quarta-feira, 5 de maio de 2004

Paula - Isabel Allende

Uma das mais impressionantes biografias que até hoje se escreveram. Todo o drama de uma morte anunciada vivido na primeira pessoa do singular: como se o sofrimento universal se encerrasse num único mas enorme coração. O testemunho enorme de uma coragem e de uma força indomáveis, capazes de vergar a morte perante uma vida exultante. Um livro escrito a sangue.
Enviar um comentário