quarta-feira, 4 de março de 2015

The Ring - O Aviso - Koji Suzuki


Terminei a leitura deste livro sem saber muito bem o que pensar dele.
Por um lado, é um livro que entretém, pela sua escrita simples e cinematográfica. Na realidade, deu até origem a um filme japonês de grande qualidade e também a uma produção norte-americana, e respetiva sequela, quando se anuncia já uma terceira filmagem. Para os cinéfilos, aqui ficam os filmes no IMDB, sendo que o primeiro é, sem dúvida, o mais cotado:
Ringu – A maldição (produção japonesa) 
The Ring – produção norte-americana 
The Ring 2 - a sequela 
Receio que a minha opinião sobre o livro esteja algo contaminada pelo facto de ter visto os filmes anteriormente. Na verdade, parece que estamos perante um caso, muito raro, em que o filme supera o livro (no caso do filme japonês, obviamente). Lembro-me de ficar absolutamente petrificado quando vi o filme e, por contraste, agora, o livro não me despertou qualquer interesse.
Terminei a leitura mais cansado com este livro de 250 páginas do que com qualquer livro de mil páginas do Ken Follett.
A narração pareceu-me muito lenta, com um ritmo narrativo pastoso que obriga o leitor àquele sacrificiozinho tão aborrecido de aguentar umas dezenas de páginas para saber o que vai acontecer a seguir e, pior que isso, o livro chega a um ponto em que a única coisa que interessa ao leitor é o desfecho; ora o desfecho chega a 50 páginas do final e depois o leitor ainda tem de aguentar mais 50 paginas que, sinceramente, não compreendi bem que interesse possam ter. O final mais ou menos aberto (ou confuso) só se pode explicar pela vontade de o autor querer futuramente explorar mais a estória. Mas não me pareceu nada boa ideia.
Enfim, de um país que deu à literatura nomes como Yukio Mishima, Kenzaburo Oe ou Murakami, esperava-se bem mais, para mais tratando-se de um escritor a quem já chamaram o Stephen King japonês e de um livro que vendeu mais de 4 milhões de exemplares.
Até o principal atrativo do livro, o seu enredo linear e fácil, baseado numa ideia genial (como se vê abaixo, na sinopse) se vai perdendo ao longo da leitura.
Aqui fica, para os corajosos, o trailer do filme japonês.



Sinopse: (in www.wook.pt)
Numa noite em Tóquio quatro jovens morrem simultaneamente, vítimas de paragem cardíaca. O jornalista Asakawa começa a investigar este estranho caso e descobre que os quatro amigos viram juntos uma cassete de vídeo, uma semana antes de morrerem. Quando Asakawa vê essa cassete de vídeo, é avisado que também ele tem uma semana de vida a não ser que consiga decifrar a sua mensagem subliminar. A partir daí, solucionar este mistério torna-se absolutamente urgente e imprescindível. The Ring - O Aviso é o livro que inspirou o filme de culto japonês Ringu, em 1998, e a versão americana de sucesso, The Ring, em 2002. Mesmo para quem já viu os dois filmes, a surpresa é garantida ao ler este livro, pois a sua adaptação ao cinema alterou as personagens e o final.

Enviar um comentário