terça-feira, 10 de agosto de 2010

A Montanha da Água Lilás - Pepetela

Decididamente, há magia na escrita de Pepetela. Ler este escritor angolano é uma tarefa que não cansa. A sua escrita tem o perfume da terra de África e a poesia de um povo mártir mas também maravilhoso.
A montanha da Água Lilás é conto magnífico, sobre uma estranha comunidade de animais falantes, os Lupis, que habitam uma montanha mágica onde nasce água lilás. Ela será o tesouro dos lupis e a sua perdição.
Trata-se de uma metáfora sobre África. O mundo maravilhoso da natureza, maculado pela ambição desmedida. A desgraça de um povo que quis usufruir de todas as maravilhas que a mãe natureza lhes proporcionou mas que eles se encarregaram de desbaratar.
Destaque para as ilustrações desta edição da magnífica colecção Biis. Mais uma vez está de parabéns a Leya pelo excelente serviço que está a prestar à literatura lusófona, editando preciosidades como esta a preços muito acessíveis.
Este conto, para todas as idades lê-se de um fôlego. Não se consegue parar. Fascinante.
Imagem retirada daqui:
Trata-se de um excelente site sobre o mundo da língua portuguesa.

12 comentários:

Anónimo disse...

Sou fascinada pelo autor, mas ainda não li nenhum de seus livros. Conheço textos fantasticos.
É dificil encontrar livros do autor aqui.
Bjs.

Manuel Cardoso disse...

É uma pena que estes livros não sejam publicados aí! A cultura africana teve imenso impacto no Brasil e certamente Pepetela teria muitos fãs por aí...

Iceman disse...

Já leste "Predadores"?

Um dos melhores livros que li.

Carlinha disse...

Olá Manuel

Já li este livro faz uns anitos mas recordo que adorei, adorei a escrita o modo como as personagens estão descritas e tudo no livro para mim está fabulosamente escrito. Tenho ainda deste escrito para ler, aqui por casa, "Predadores".
;)Boas Atmosferas;)

Manuel Cardoso disse...

Iceman e Carlinha, confesso a minha ignorância: ainda não vi sequer esse livro (Predadores)...
Mas vou procurar.

N. Martins disse...

Os últimos que li do Pepetela, O Planalto e a Estepe e o Parábola do Cágado Velho, fizeram com que o Pepetela subisse uns lugares no meu Top de escritores favoritos. Já tinha lido outros dele, mas estes, talvez por serem mais "africanos" encheram-me as medidas. :)
Gosto muito do sentido de humor dele. :)

Manuel Cardoso disse...

N. Martins, a Parábola do Cágado Velho, para mim, é uma obra de arte.

Manuel Cardoso disse...

N. Martins, a Parábola do Cágado Velho, para mim, é uma obra de arte.

tonsdeazul disse...

A capa deste livro é bem bonita!
Pepetela é daqueles autores que quero voltar a ler, pois ainda só li a "Parábola do Cágado Velho", que me deliciou bastante e fiquei com "fome" de mais.

Dulce disse...

Manuel, ainda ando por aqui....
Descobri Pepetela, a ano passado e comecei com "James Bunda e amorte do Americano". Ri.me imenso com o seu sentido de humor. No Natal ofereceram-me "O Planalto e a Estepe" que gostei muito.
Sou fã de Pepetela.
Bjs
Dulce barbosa

Arte na Pintura disse...

Nota-se saudade do autor de muito que não viveu mas que gostava de ter vivido.

Herminio Moreira

Laura de Sá Morais disse...

Lido e analisado até ao infimo promenor!!