segunda-feira, 18 de abril de 2011

Lendo Murakami

Crónica do Pássaro de Corda. Um livro fantástico!
Irritam-me cada vez mais as comparações que se fazem entre Murakami e Kafka. É certo que há pontos de contacto (o absurdo, as metamorfoses dos personagens, a solidão na vida moderna, a burocracia…) mas não há em Kafka este encanto, esta fantasia real e este optimismo, esta força positiva que triunfa sempre nos livros de Murakami.
É certo que o livro está cheio de referências a tragédias históricas verdadeiramente horrendas (a guerra sino-japonesa na Manchúria, a 2ª Guerra Mundial e as barbaridades de Estaline na Sibéria); é certo que aqui também está bem expresso o lado negro do ser humano; mas também é certo que a escrita de Murakami tem o imenso dom de nos fazer sonhar. E digo-o literalmente.
Amanhã opinião completa neste blogue.
Imagem daqui.
Enviar um comentário