terça-feira, 6 de março de 2012

Lendo Murakami - 1Q84

Como era de esperar em Murakami estamos perante mais uma perfeita maravilha.
Fascinante, misterioso, emocionante.
E um pequeno pormenor: As vidas de Tengo e de Aomame nunca mais foram as mesmas desde que se confrontaram com a Sinfonietta de Janacek.
E se as nossas vidas sofressem de repente uma misteriosa reviravolta depois de ouvir isto?
Vamos fazer a experiência?


6 comentários:

André Nuno disse...

Soberbo, Manuel.
Esse livro, cuja continuação aguardo sequiosamente, e o seu post.

Tiago M. Franco disse...

Já o li. É daqueles livros que nos fazem pensar, gostei bastante.

Margarida disse...

Estou neste momento a ler o 1Q84 do Murakami...

Uma optima escolha esta a da sinfonia de Janacek para marcar a passagem na vida das personagens.

http://ospedacosdeamor.blogspot.com/

Vitor Felgueiras disse...

Desta sinfonieta conheci-lhe primeiro a abordagem/tributo feita pelos Emerson Lake & Palmer: http://youtu.be/2LMrzfXJGG0
...quanto a Murakami, tenho poucas palavras para lhe descrever o génio! Estou a terminar "O Elefante Evapora-se" que tenho lido devagar, conto a conto, mas cada vez que passo pela estante os olhos fogem-me para a lombada do primeiro volume do 1Q84!
http://omostodaspalavras.blogspot.pt/

Manuel Cardoso disse...

Não conhecia esta versão. Obrigado, Vitor.
O Elefante Evapora-se foi o livro de Murakami que menos me entusiasmou. Talvez pelo formato. Mesmo assim é bom.
Estou é ansioso pelo vol 3 do 1Q84

Vitor Felgueiras disse...

Sim, Manuel, o entusiasmo é relativo nesta compilação (O Elefante). Moveu-me a curiosidade em saber como Murakami se comportou com textos pequenos e com datas tão díspares.