sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O texto vencedor


Aqui fica o poema vencedor do Passatempo:

D. Dinis em que todos os livros de história aparece
Que todos conhecem dos bancos da escola
Que foi o sexto a ter Portugal nas mãos
Que é sempre representado com severa fisionomia

Aquele que com a Santa casou
Em soberba festa
A que dos pães fez rosas
Espinhosa transformação

Foi aquele que a universidade mandou abrir
E que ainda lá está
Para sempre em pedra imortalizado
Quem sabe se pelo que vê não andará deprimido

Foi aquele que poemas legou
Que as dores do coração pôs em verso
O maior dos travadores
Que cantou o amor e o escárnio

Foi aquele que dizem que se escapava
“Ide vê-las senhor” dizia Isabel
Notava-se logo que ia para santa com tal paciência
Dizem que era para os lados de Odivelas que se perdia

Foi aquele a quem chamaram lavrador
Não foi por pegar na enxada
Ou se calhar até pegou sabemos lá nós
E ao pinhal de Leiria ficou para sempre ligado

Mas para lá dos factos tanto se esconde
O que será que oculta a sua fisionomia severa de monarca?
Será que as damas mesmo visitava em Odivelas?
Longo reinado, quantos desgostos?

Afinal tantos factos, tantas datas…que sabemos nós
Dos homens que nos governaram outrora?

Sara Fernanda Barros Paredes
Agualva-Cacém

Enviar um comentário