sábado, 3 de dezembro de 2011

A Melhor Leitura de Novembro: O Conde de Abranhos

A minha melhor leitura no mês de novembro foi sem dúvida o Conde de Abranhos, de Eça de Queirós.
Trata-se de um livro genial, em que a crítica social e política vem embrulhada num invólucro de humor que a pena de Eça tão bem sabe transmitir ao leitor.
Trata-se, acima de tudo, de um livro com uma mensagem muito actual, numa época, a nosso, marcada (tal como a de Eça de Queirós) pela incompetência da classe política. E ontem como hoje, é essa incompetência que determina a injustiça daquilo a que chamamos "CRISE".
Eles, os políticos fazem as crises; ou seja, governam-se. Os comuns dos mortais, esses pagam. Pelo meio, vamos rindo...
Enviar um comentário