sexta-feira, 4 de março de 2011

Os Filmes da Minha Vida

“As Asas do Desejo”, de Wim Wenders.


O primeiro filme que me marcou, na idade das borbulhas, foi este filme alemão, que já procurei por todo o lado em DVD e não encontrei. Recordo-o como um filme extremamente poético e além dessa memória vaga, apenas me resta a certeza de ter adorado o filme. Restam também dois trechos no Youtube:

O trailler:



E esta monumental declaração de amor:





“Amadeus”, de Milos Forman

Também nos anos 80, vi e deliciei-me com esta maravilha. Um filme portentoso que explora da melhor maneira o génio musical e a vida atribulada de Mozart:




Cinema Paraíso

Este filme é um marco na minha vida. Por todos os motivos e também pelos que são apenas meus. Um filme que não consigo descrever por palavras vulgares:




A Vida é Bela, de Roberto Benigni

Nunca ninguém imaginou como possível que se contasse a história do Holocausto num filme cómico. Trata-se de um filme genial porque consegue contar uma história trágica, mantendo um sorriso. Um filme sobre uma catástrofe monstruosa e que é, ao mesmo tempo, um sopro de esperança e um motivo para manter o sorriso. É aí que reside a sua genialidade.





Bom dia Vietnam

Outra tragédia, outra comédia. Agora com uma intepretação monumental de Robin Williams. Inesquecível!




A Vida de Brian

Este filme é, para mim, a melhor comédia de todos os tempos. Um filme divertidíssimo sobre um assunto muito sério. Dos inesquecíveis Monty Python:





Feios, Porcos e Maus

Mais uma comédia, esta no impagável estilo realista italiano, de mestre Ettore Scola: a pobreza, a miséria extrema, a injustiça… e um sorriso sarcástico.





O Nome da Rosa

Na minha opinião, o livro de Umberto Eco é um dos melhores romances históricos da literatura mundial. E o filme, de Jean-Jacques Annaud, com Sean Connery, é o único caso que recordo em que gostei ainda mais do filme que do livro. Acho que isto diz tudo.





O Fantasma da Ópera

Este filme de Joel Schumacher foi, para mim, uma descoberta recente. Fiquei literalmente apaixonado por esta maravilha. Pela música, pelo encanto da cantora, pelo enredo, pela beleza em geral…





Outros filmes que adorei: Magnólia, Gandhi, Os Amigos de Alex, O Fabuloso destino de Amelie, Zorba o Grego, O Exorcista, o Carteiro de Pablo Neruda, Che…
Enviar um comentário