quinta-feira, 26 de maio de 2011

Lendo Fernando Évora - No País das Porcas-Saras

Ainda um dia destes hei-de escrever aqui um texto sobre os novos valores da ficção nacional que, embora afastados dos grandes meios de comunicação social, fazem realmente crescer a literatura portuguesa.

Neste modesto blogue tenho tentado inserir leituras que vou fazendo destes novos escritores e, a cada passo, vou ficando surpreendido. Agradavelmente, note-se.
Depois de Luís Novais, Miguel Almeida, Cristina Torrão, Paulo Alexandre e Castro e Pedro de Sá, tropecei num algarvio chamado Fernando Évora que fala do Alentejo de uma forma bem original neste No País das Porcas-Saras. Um livro divertido mas muito sério, sobre a vida e a cultura de um povo carenciado a todos os níveis, mas não tão ingénuo como alguns o pintam.
Só uma curiosidade: como se escreverá “Porcas-Saras” segundo o novo acordo ortográfico? Porcassaras???!!! Arrrrgggg…
Opinião completa talvez amanhã, se deus e a ministra da educação permitirem...
Enviar um comentário